Instituto Histórico IMPHIC - Betim

"Sapire ut protegas, Protegere ut conserues"

O termo culttura é um dos mais complexos das línguas ocidentais.

A) A princípio, o termo nos remete à idéia de crescimento e cuidado, por exemplo:
a) o cultivo e colheita dos meios naturais de subsistência (a agriCULTURA)
b) o trato com os animais
c) o cuidado com as faculddes mentais e espeitituais do homem

B) A modernidade, que se iniciou no século 17, trouxe nova reflexão a respeito do termo, resultando em duas principais linhas de pensamento:


1ª A NOÇÃO ANTROPOLÓGICA

Conceito burguês e elitista, no qual:

i. cultura é a representação material e espiritual da realidade de um "povo", de uma nação, de uma comunidade, manifestada por meio de:

a. práticas,
b. rituais,
c. intiruições,
d. textos,
e. idéias e
f. imagens que dizem respeito à especificidade e à originalidade de um grupo social.

ii. a cultura tem caráter localizado, particular e exclusivo,

iii. o conceito burguês rejeita uma idéia de "Cultura Universal" e, portanto, de uma "Justica Universal",

iv. o conceito burguês inclui as diversas formas de "Cultura Popular"

v. tem concepção conservadora

vi. o conceito burguês reconhece apenas manifestações ligadas a uma tradição conformista, específica de regiões.

vii. o conceito burguês fantasia uma cultura pura, livre de estrangeirismo e intelectualismos


2ºA NOÇÃO ELITISTA

i. cultura é tudo o que deriva de "saberes "eruditos", "cultivados", adquiridos por meio do conhecimento de:

a) filosofia, literatura, histórico, educação formal etc.

ii) trata-se de um "homem cultivado", ou seja "civilizado"

iii) no século 19, a religiosidade, cuja influência política encontrava-se em declínio, serviu "das realizações mais 'nobres' e 'elevadas' do homem 'civilizado' e de seu 'espírito'", como afirma ironicamente o professor Alambert.
a) [vale lembrar que, nesse período, as religiões católica e protestante propagavam a idéia de que o negro ou indígena não possuiam alma, portanto, não poderiam ser enquadrados na condição de homem, não podendo também adquirir cultura, apenas os ensinamentos básicos para um coportamento aparentemente civilizado].

iv) os elitistas não incluiam a noção de "cultura popular" ou folclórica" que eram vistas como "barbárie" e decadência"

v) concebe a cultura como processo civilizatório


dependendo de como usamos o conceito, tudo pode ser cultura.

Exibições: 68

Responder esta

© 2018   Criado por Charles Moraes de Lima.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço